Após solicitação de Léo Moraes, FAB anuncia uso de aeronaves para combate ao coronavírus

Em comunicado oficial, a Força Aérea Brasileira anunciou o uso de aeronaves para fortalecer as ações de combate ao coronavírus no país. A decisão foi tomada após o líder do Podemos, deputado federal Léo Moraes (RO), propor a utilização de aviões da FAB para o transporte de medicamentos, kit de testes e equipamentos de proteção individual.

Até a semana passada, o envio de testes, por parte do Governo Federal aos estados, estava atrasado. Um dos motivos para o desabastecimento era a opção pelo uso de aeronaves fretadas.

“No caso de Rondônia, o motivo de tanta demora – uma semana de atraso – não se deu apenas pela falta de testes disponíveis no Brasil, mas sim pela logística de entrega que utilizou avião fretado, que passou antes em três outros estados”, explica Léo Moraes.

Segundo informações da FAB, aeronaves foram deslocadas para vários locais do país, entre esses: Base Aérea de Brasília, Galeão e Santa Cruz (Rio de Janeiro), considerados pontos estratégicos para logística de distribuição.

Foram disponibilizadas mais de nove aeronaves de diferentes tamanhos e capacidades, incluindo uma aeronave adaptada para transportar até 4 mil quilos de carga de uma única vez.

OPERAÇÃO COVID-19

A Operação COVID-19 é uma ação interministerial, que conta com a integração do Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE), Centro de Operações Conjuntas do Ministério da Defesa, em apoio ao Ministério da Saúde.