BNDES abriu linha de crédito para santas casas, destacou Lasier Martins

Em pronunciamento no Plenário nesta quinta-feira (13/06), o senador Lasier Martins, do Podemos gaúcho, destacou o lançamento, pelo BNDES, de uma linha de crédito especial direcionada para hospitais filantrópicos, como as santas casas. O evento de lançamento do programa aconteceu na manhã desta quinta, no Palácio do Planalto. Como informou o senador, foi destinado R$ 1 bilhão a ser contratado pelas mais de 2 mil unidades existentes no país, com juros subsidiados a 9% ao ano.

Ao registrar operações do BNDES feitas em governos passados (e que, na sua avaliação, contemplavam obras e projetos de interesses ideológicos em outros países), Lasier Martins comemorou o fato de o recurso atender agora as carências ainda existentes no Brasil.

“O BNDES gastando R$ 420 milhões nesse período de 2009 a 2015, financiando aeroportos, alguns quase inúteis, porque têm uma movimentação mínima como o aeroporto de Nacala, em Moçambique, onde pousam apenas quatro aviões, e só em quatro dias por semana. Raríssimos aviões. Um aeroporto que custou R$ 1,2 bilhão, e o metrô de Caracas. Enfim, direcionou para investimentos no exterior uma fortuna no valor de R$ 420 milhões, e nós precisando de tantos recursos”, exemplificou o senador do Podemos gaúcho.

Lasier Martins informou ainda que, após a cerimônia, o presidente do BNDES, Joaquim Levy, convidou Júlio Matos, que é diretor do complexo Santa Casa do Rio Grande do Sul, a orientar as demais santas casas sobre o sistema de gestão adotado no complexo, já que é modelo de gestão para o restante do Brasil.

foto: Luiz Wolff