CFM atende pedido de Lasier e apoia membrana amniótica no sistema de transplantes

O Conselho Federal de Medicina (CFM) informou no último dia 21 ao senador Lasier Martins (Podemos-RS) que acolheu o seu pedido para apoiar oficialmente a inclusão da membrana amniótica na lista de órgãos a serem captados, processados e ofertados para açõe060s de transplante coordenadas pelo Ministério da Saúde.

Consagrada como curativo biológico, a membrana amniótica atende, sobretudo, à urgência de pacientes acometidos por queimaduras graves e extensas. O material fartamente disponível é colhido logo após cesarianas, com fácil cooperação das gestantes. A aprovação da membrana carecia desse parecer técnico do CFM ao Sistema Nacional de Transplantes (SNT).

A iniciativa do parlamentar, de enviar ofício com a demanda ao presidente do órgão, Mauro Luiz de Britto Ribeiro, partiu de sua preocupação com a disparada este ano dos casos de queimaduras graves provocadas por acidentes domésticos com álcool, relatados pelo diretor do banco de pele da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, Eduardo Chem.

Segundo a Sociedade Brasileira de Queimaduras (SBQ), os centros de tratamento registraram 387 casos no primeiro semestre de 2020, alta de 25%. Do total, 79% dos acidentes foram em casa, sendo 30% com crianças.

Fonte: ASCOM – Senador Lasier Martins.