Compromisso, responsabilidade e muito trabalho, assim foi o meu primeiro ano na Câmara Federal

Em seu primeiro mandato como deputado federal, José Nelto assumiu compromisso com o Brasil quando foi conduzido à liderança da bancada do Podemos na Câmara. Unidos, os deputados federais trabalharam em prol do combate à corrupção, pela preservação da ética e da transparência. Na primeira semana de trabalho da nova legislatura da Câmara dos Deputados, o Podemos se destacou na luta contra a corrupção. O partido movimento foi uma das siglas que mais apresentou projetos de lei sobre o tema.

“Cheguei à Câmara Federal com desejo de fazer muito pelo meu estado de Goiás e pelo Brasil. Receber a confiança da presidente do Podemos, e também deputada federal, Renata Abreu e dos demais parlamentares foi um presente. Assumi com imensa responsabilidade e compromisso a função de líder do partido”, explica José Nelto.

A votação de pautas extremamente importantes para o País foram orientadas por Nelto, como a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da Reforma da Previdência, o Projeto de Lei (PL) que previa a alteração no Estatuto do Desarmamento, a Medida Provisória que criou o Médicos pelo Brasil em substituição ao Mais Médicos, além da MP do FGTS, a PEC da Polícia Penal, entre outros projetos. “Foram meses de muito debate, apresentação de propostas, obstrução, um trabalho político muito forte junto aos deputados e também alinhado às decisões do Podemos no Senado da República. Reforçamos a cada votação, a cada sessão plenária, que os deputados do Podemos estão alinhados com as vozes das ruas”, disse o líder.

No segundo semestre, José Nelto foi reconduzido à liderança do Partido, dando continuidade ao trabalho que havia iniciado. Aprovada a Reforma da Previdência, Nelto se preocupou com a política econômica e, junto à bancada, cobrou ações do Governo Federal. Já em plenário, a articulação política se manteve forte para votar pautas como o Fim do Foro privilegiado, o Pacote Anticrime, a Reforma Administrativa e a PEC da segunda instância.

“Solicitei diversas vezes que o Fim do Foro, a Reforma Tributária e o Pacote Anticrime fossem pautados. Sabemos da importância de combater os privilégios e de levar segurança pública à sociedade. Mas após a mudança do entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF) acerca da prisão em segunda instância, fizemos obstrução total, o que demonstrou a união da nossa bancada e o anseio em manter nossos ideais para combater a corrupção. Queremos que o entendimento seja mudado, retomando a intepretação anterior, que prevê a prisão após condenação em segunda instância”, afirma o parlamentar.

Para o ano que vem, as expectativas são de muito trabalho. “Ainda temos muitas pautas a votar. O que não for votado, ficará para o próximo ano e o nosso compromisso social será o mesmo. Iremos nos comprometer em votar as matérias com responsabilidade e compromisso com o povo brasileiro.”