Coronavírus: Líder do Podemos na Câmara pede repatriação de brasileiros que vivem no Paraguai

Líder do Podemos na Câmara, deputado federal Léo Moraes (RO) sugere ao ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, que faça a repatriação dos estudantes brasileiros que estão encontram no Paraguai. Segundo o parlamentar, cerca de 12 mil pessoas moram e estudam na cidade de Pedro Juan Caballero, e enfrentam dificuldades para retornar ao Brasil, em decorrência da pandemia do coronavírus.

No texto da indicação, o parlamentar reconhece o trabalho de repatriação já feito pelo Ministério das Relações Exteriores e cobra o empenho da instituição para que faça o mesmo com os que aguardam no Paraguai.

“Com a decretação da quarentena geral (Paraguai), as aulas foram todas suspensas, de modo que não faz sentido que esses estudantes permaneçam naquele país. O ideal é que retornem para o Brasil e fiquem com seus familiares. E é preciso que o parlamento e o governo federal atuem para assegurar as vidas desses cidadãos”, cobra o parlamentar.

Em março, por conta da Covid-19, o governo do Paraguai adotou como medidas de controle e barreira sanitária o fechamento das fronteiras terrestres e aeroportos.

Léo Moraes, em discurso no plenário da Câmara dos Deputados, nesta quinta-feira (23), argumentou que parte desses que estudantes, que estão em fase de conclusão do curso de medicina, poderão colaborar com o Brasil no combate à Covid-19.

“Precisamos salvaguardar a integridade desses alunos. Muitos desses podem ser aproveitados nesse momento de enfrentamento da pandemia. Nada mais apropriado do que médicos formados no exterior possam quem sabe já entregar uma parcela de patriotismo neste momento”, avalia o deputado.