Coronavírus: Podemos propõe corte de 50% no subsídio de deputados

Líder do Podemos na Câmara, o deputado federal Léo Moraes (RO) propôs uma redução de 50% no valor do subsídios dos parlamentares pelos próximos três meses. A medida geraria um caixa de mais de R$ 25 milhões para ser aplicado ao combate do coronavírus no país.

“Informo o desejo da Bancada do Podemos em devolver ao erário, nos próximos 3 meses, o valor referente a 50% do subsídio mensal de cada um dos parlamentares, enquanto durar esse grave cenário que atualmente enfrentamos”, diz ofício encaminhado ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia.

De acordo com Léo Moraes, se cada Poder der sua contribuição, nos níveis federal, estadual e municipal, mais exitoso será o combate à pandemia. Caso o Senado Federal adote a mesma medida proposta pelo deputado Léo Moraes, a economia seria de milhões de reais pelos próximos 90 dias.

“A crise econômica que acompanha a gravíssima crise sanitária irá provocar miséria, aumento da violência e mortes. Pensar em meios para minimizar custos e benefícios, com a finalidade de demonstrar à sociedade brasileira a dimensão do problema que enfrentamos, é obrigação do Legislativo e dos demais Poderes”, enfatiza Léo Moraes.