Deputado José Medeiros pede à PF que investigue relação de Manuela d´Ávila com hackers

O deputado federal José Medeiros (MT) solicitou à Polícia Federal apuração dos fatos que indicam envolvimento da ex-deputada Manuela d’Ávila com os hackers que invadiram o celular do ministro da Justiça, Sérgio Moro, e de diversas autoridades brasileiras. O pedido foi feito ao Diretor-Geral da PF, Maurício Valeixo, nesta terça-feira (6).

Preso pela Operação Spoofing, Walter Delgatti disse em depoimento à Polícia que Manuela d´Ávila intermediou contatos com o jornalista Glenn Greenwald.

“Causa muito espanto que um hacker capaz de invadir milhares de aparelhos telefônicos precise da ajuda da ex-candidata a Vice-Presidência da República para obter o telefone de um jornalista. Esses fatos precisam ser apurados”, defende o deputado José Medeiros.

Autoexílio

Após ser citada pelo hacker Walter Delgatti à Polícia Federal, Manuela d´Ávila, que concorreu como vice-presidente na chapa de Fernando Haddad (PT), viajou para fora do país. Atualmente, ela está na Escócia fazendo um curso de inglês.

“A revelação feita pelo hacker, aliada ao ‘autoexílio’ de Manuela, na Escócia, levanta suspeitas que precisam ser melhor apuradas. Por isso, solicitei que seja aberta uma investigação. Afinal, tais suspeitas não podem ser desconsideras, pois estamos diante de pessoas que querem atingir a democracia e a segurança nacional do nosso país”, observa José Medeiros.