Deputado Roberto de Lucena propõe ao Executivo auxílio emergencial para profissionais de beleza durante a pandemia de coronavírus

Segundo pesquisa, 700 mil profissionais precisaram interromper os trabalhos durante a pandemia, o que ocasionou em 92% de quedas nos faturamentos

O deputado federal Roberto de Lucena (SP) fez uma indicação ao Governo Federal propondo um auxílio emergencial destinado aos profissionais de beleza do Brasil durante a pandemia de Covid-19.

Os profissionais de beleza brasileiros fazem parte do quarto maior mercado de beleza do mundo. De acordo com uma pesquisa do Sebrae, 700 mil profissionais precisaram interromper os trabalhos durante a pandemia, o que ocasionou em 92% de quedas nos faturamentos e resultou em inúmeras demissões.

A proposta enviada ao Executivo pelo deputado Roberto de Lucena deve seguir os moldes da Lei Aldir Blanc que beneficiou artistas e artesãos de todas as partes do país. Sancionada pelo Presidente Jair Bolsonaro em junho do ano passado, a Lei Aldir Blanc garantiu uma renda emergencial a profissionais do setor cultural, como artistas, contadores de histórias e professores de escolas de arte e capoeira. Neste ano, o Ministério da Cidadania prorrogou o benefício que deve durar até dezembro.

Fonte: ASCOM – Deputado federal Roberto de Lucena.