Diego Garcia defende ampliação dos programas de empréstimo a micro, pequenas e médias empresas do Brasil e governo atende pedido

A pandemia do coronavírus agravou o cenário para micro e pequenas empresas que tinham dificuldade para acessar crédito.  O vice-líder do governo, deputado federal Diego Garcia (PR) sugeriu ao ministro da Economia, Paulo Guedes, a ampliação dos programas de empréstimo a micro, pequenas e médias empresas do Brasil. A sugestão foi enviada na última quarta-feira (14). E o parlamentar teve o pedido atendido pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, que por meio da Medida Provisória 922/2020, anunciou a criação do Programa de Capital de Giro para Preservação de Empresas (CGPE).

“É de extrema urgência um esforço ainda maior do governo, para atender aos milhares de empresários do país que não tiveram acesso ao crédito, e que estão desesperados com a situação econômica e com os rumos de seus negócios”, reforçou o parlamentar.

A nova proposta irá complementar as medidas já aprovadas no Congresso Nacional para assistência dos empresários brasileiros e fornecerá crédito às empresas com faturamento de até R$ 300 milhões ao ano, que são classificadas como micro, pequenas e médias empresas.

A diminuição nas vendas e a queda do faturamento refletiram na busca por empréstimos como opção para tentar se manter ativo no mercado, mas nem todos conseguiram. E segundo o IBGE, mais 716 mil empresas fecharam as portas, sendo que 4 a cada 10 empresas relacionam o fechamento dos empreendimentos à crise sanitária e econômica gerada pela Covid-19.