Girão condena onda de ataques por facções criminosas no Ceará

O senador Eduardo Girão, em discurso na Tribuna, nesta terça-feira (24/9), prestou sua solidariedade à população cearense, que sofre com ataques de facções do crime organizado desde a última sexta-feira (20/9). O senador do Podemos do Ceará elogiou as ações do governo para reprimir os ataques, afirmando que as medidas precisam ser firmes até o fim, para impedir que as facções continuem operando de dentro dos presídios.

“O crime está reagindo às medidas duras do secretário de Administração Penitenciária, Mário Albuquerque. Nós não podemos ceder. Não podemos, sob hipótese alguma, aliviar o combate ao crime organizado que está dentro dos presídios, levando terror à população do Ceará”, declarou o senador.

Em outra frente, Eduardo Girão defendeu a participação dos brasileiros em manifestações convocadas para esta quarta-feira (25) em favor da CPI dos Tribunais Superiores. O senador do Podemos citou ainda a abertura de processo de impeachment contra ministros do Supremo Tribunal Federal e a votação pela Câmara dos Deputados da proposta de emenda à Constituição (PEC 10/2013) que limita a apenas algumas autoridades o foro por prerrogativa de função, conhecido popularmente por foro privilegiado.

(com informações da Agência Senado)

Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado