Girão critica Congresso por não ter votado MP do Mandante

O senador Eduardo Girão (CE) lamentou o fato da MP do Mandante, editada pelo governo federal em junho para alterar regras sobre direito de transmissão de eventos esportivos, além de flexibilizar contratos de jogadores de futebol com os clubes, não ter sido aprovada pelos parlamentares. A medida deveria ter sido votada até 15 de outubro.

Girão disse que o Congresso Nacional se “acovardou em uma deliberação boa para a democracia no futebol brasileiro”.

“Quem perde é o povo brasileiro, é o esporte, que através do esporte celebra a paz e a alegria. Os clubes estão passando por uma dificuldade ferrenha e é incompreensível o que o presidente da Câmara fez”, lamentou.

Fonte: ASCOM – Senador Eduardo Girão.