“Jamais votarei uma reforma tributária para mexer no bolso do trabalhador ou dos empresários”, afirma José Nelto

O líder do Podemos, deputado federal José Nelto, cobra das autoridades brasileiras compromisso com o contribuinte durante a tramitação da Reforma Tributária no Congresso Nacional. O parlamentar alerta que a conta não pode ser repassada, mais uma vez, para o colo da população.

“Jamais votarei uma Reforma Tributária para mexer no bolso do trabalhador ou dos empresários”, afirma.

Nelto classifica a Reforma Tributária como a mais “difícil” a ser discutida no país.

“É um pequeno cobertor, e todos querem se aproveitar. A União não quer perder, os estados estão quebrados, os municípios estão falidos. Em qual lugar vai se buscar dinheiro? No contribuinte, esse já não aguenta mais pagar impostos”, protesta o parlamentar.

O parlamentar lembra que a carga tributária no país é de quase 40% do PIB, e que o custo da burocracia tributária no país chega a aproximadamente R$ 70 bilhões por ano. Segundo o Banco Mundial, o Brasil é o país mais burocrático do mundo.

“A luta é para, ao longo de 10 anos, reduzir para 30%, como acontece em países civilizados”, projeta.

A PEC da Reforma Tributária está em análise na Comissão Especial da Câmara dos Deputados. A previsão é que ela seja liberada para ser votada no plenário em outubro