Líder do partido na Câmara, Léo Moraes, comemora aniversário e crescimento do Podemos

Nesta segunda-feira (11), o líder do Podemos na Câmara, deputado federal, Léo Moraes (RO), completou 37 anos de idade com importantes conquistas na liderança do Podemos durante o ano legislativo de 2020. Mesmo diante da atual crise sanitária e política, a legenda apresentou dados importantes de crescimento, quebrando paradigmas e oferecendo à população opções de um futuro melhor.

O deputado federal Léo Moraes nasceu no dia 11 de janeiro de 1984, em Foz do Iguaçu, município brasileiro do Estado do Paraná. Formado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR), iniciou sua carreira política durante a sua vida acadêmica, tendo atuado no Centro Acadêmico de Direito, onde se tornou Secretário Geral do Diretório Central dos Estudantes (DCE), entidade que representava 25 mil estudantes na época.

Em seu primeiro mandato na Câmara Federal, Léo Moraes (PODE-RO) está entre os deputados mais influentes do Brasil, de acordo com análise política da empresa Arko Device. Além disso, recebeu pelo segundo ano consecutivo, a premiação de Melhor Parlamentar de Rondônia e um dos melhores do Brasil pelo Ranking dos Políticos.

Eleito de forma unânime, o deputado federal Léo Moraes encarou o desafio de liderar a legenda na Câmara dos Deputados no ano legislativo de 2020. Segundo ele, o crescimento exponencial do Partido é resultado do compromisso ético de combate à corrupção, da defesa de bandeiras importantes para a sociedade, do diálogo frequente com a população e também da política coerente desenvolvida.

Com o slogan “Das cidades Podemos mudar o Brasil”, o partido investiu forte e encarou as eleições com foco no fortalecimento da política municipalista e Estadual. A legenda ampliou o número vereadores de 764, em 2016, para 1524, em 2020. A quantidade de prefeitos subiu de 30 para 105 e o número de filiados já chega à marca de meio milhão em todo o Brasil.

Sob sua liderança, além de todo o trabalho dedicado ao combate do coronavírus, o Podemos manteve o entendimento na luta pelos cortes de privilégios; cobrou a prisão em segunda instância e o fim do foro privilegiado; defendeu a discussão de uma nova base de cobrança de impostos e a diminuição da carga tributária; também lutou pela transformação da corrupção em crime hediondo, bem como pela reestruturação do setor elétrico no país.

O desafio de Léo Moraes na liderança do Partido se tornou ainda maior com a crise sanitária causada pelo novo coronavírus. Desde o início da pandemia, a Legenda cobrou a redução de subsídios aos congressistas, o corte de verbas indenizatórias, o direcionamento de recursos para a área da saúde e a utilização de recursos dos fundos públicos infraconstitucionais para ampliar o auxílio emergencial.

Podemos em Rondônia

O protagonismo do líder do Podemos na Câmara, deputado federal Léo Moraes, no combate aos abusos do Setor Elétrico trouxe efeitos positivos para a diminuição das tarifas de energia elétrica no Estado. Essa diminuição na conta de energia é mérito do empenho do Congressista, que relatou a Medida Provisória 998, alterando regras do setor elétrico.

Para dar continuidade na defesa do direito do cidadão em receber uma energia de qualidade, com preço justo, e ajudar a melhorar a qualidade de vida dos rondonienses, o parlamentar contará com o apoio de novos correligionários eleitos no Estado.

O partido passa a ocupar 37 cadeiras de vereadores em Rondônia. A prefeitura de três municípios também serão ocupadas por prefeitos da Legenda. Em Alta Floresta do Oeste/RO, Gio Damo foi eleito com 7.536 votos. No município de Espigão do Oeste/RO, o prefeito Professor Weliton se elegeu com 7.829 votos. Santa Luzia do Oeste/RO elegeu Jurandir de Oliveira, com 2755 votos.

Fonte: ASCOM – Deputado federal Léo Moraes.