Líder do Podemos convida presidente do INSS para discutir crise

O líder do Podemos, deputado federal José Nelto (GO), manifesta preocupação com a situação da crise do INSS. Nesta terça-feira (4), durante a sessão de debates, Nelto anunciou o convite ao presidente do INSS, Leonardo Rolim. O objetivo é que sejam esclarecidas as causas da crise e entender quais as possíveis soluções para esta situação.

Nelto considera que o atendimento em marcha lenta do INSS propaga a imagem de que o órgão passa por um tipo de apagão. O parlamentar quer entender de quem é a responsabilidade por tamanha crise e cobra respostas.

“Quantas famílias estão sofrendo com a espera desse auxílio doença, por exemplo. Pessoas que não podem trabalhar, que estão adoecidas e ainda tem que enfrentar uma fila com cerca de duas milhões de pessoas. Isso é injusto e inaceitável”, critica o deputado.

O parlamentar classifica como inadmissível as situações e condições que os brasileiros estão tendo que se sujeitar para receber o direito que lhes é garantido por lei.

“Isso é uma irresponsabilidade do ministério da Economia e do INSS. Eles precisam ser responsabilizados por tamanho descaso com aqueles que estão passando por necessidades”, critica José Nelto.

O Governo Federal já começou a tomar providências, como a contratação temporária de militares da reserva das Forças Armadas, que devem atuar no atendimento. Anunciou também, que será enviada uma medida provisória para a nova forma de contratação de servidores civis, no caso, peritos aposentados.

Para o líder do Podemos esse é o início das ações para controlar uma de uma crise que se quer deveria ter começado. O deputado federal irá cobrar por medidas efetivas que atendam os brasileiros e que serviram por anos à construção e desenvolvimento do país.

“Alguém errou e vai ter que ser identificado quem, porque mais uma vez é o povo que está sendo prejudicado. E nós, do Podemos, não vamos permitir que os cidadãos sejam mais uma vez sacrificados. Quero soluções duradouras, não para tapar buracos ”, dispara Nelto.

O requerimento de convite será protocolado junto à Comissão de Seguridade Social e Família. A data da audiência pública ainda não foi definida.