Líder do Podemos na Câmara solicita informações para conter 2ª onda de Covid-19 no país

O líder do Podemos na Câmara, deputado federal Léo Moraes (RO), protocolou requerimento de informações a respeito do planejamento de ações do Ministério da Saúde para conter crescimento do contágio do coronavírus no país. A solicitação do parlamentar tem como base um estudo desenvolvido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Segundo pesquisadores da Fiocruz, a circulação das pessoas no período de festas de fim de ano e férias deve acelerar a disseminação do vírus, que já circula com bastante velocidade e volta a ocupar os leitos hospitalares. Neste sentido, o parlamentar solicita ao ministro Eduardo Pazuello informações sobre a capacidade do Sistema de Saúde, produção de campanhas educativas e plano de vacinação.

De acordo com o congressista, faz-se necessário fortalecer o combate à Covid-19 principalmente nas cidades do interior.

“A epidemia já está sincronizada. Não começa mais nas metrópoles e vai para o interior. É preciso aumentar a capacidade no interior para não sobrecarregar as metrópoles”, justifica Léo Moraes.

Segundo a nota técnica emitida pela Fiocruz, regiões metropolitanas (RMs) compreendem apenas 177 do total de 5.570 municípios do Brasil. Porém, sua população total é de cerca de 70 milhões de habitantes, representando 33% da população nacional. Até o final de maio, cerca de 67% dos óbitos por covid-19 no país foram registrados nas regiões metropolitanas.

Com a interiorização da doença, no último dia de outubro essa proporção se inverteu. “As RMs passaram a representar somente 33% do total de óbitos registrados no país, demonstrando o que pode ser considerado como o fim do processo de interiorização”, diz o estudo.