Novo presidente da Comissão de Turismo, Bacelar, diz que vai preparar o setor para pós-pandemia

O deputado Bacelar (BA) foi eleito nesta sexta-feira (12), por unanimidade, para comandar a Comissão de Turismo da Câmara em 2021. Ele substitui o deputado Newton Cardoso (MDB/MG). Ao assumir o cargo, Bacelar afirmou que a Comissão será o principal pilar do turismo brasileiro e, para isso, irá unir a inteligência do legislativo, do executivo, da academia, do trade e dos trabalhadores do setor.

Além disso, irá priorizar medidas que repensem, reformulem e preparem o trade turístico para a retomada das atividades no período pós-pandemia. “O turismo mundial vai mudar. A indústria vai mudar e, para isso, a demanda turística terá que se adaptar. Passada a pandemia, as pessoas que forem viajar, terão que se planejar de modo diferente. E isso vai acontecer não apenas por necessidade, mas por exigência. Portanto, temos que nos antecipar” apontou.

O parlamentar baiano ressaltou que a indústria turística é uma mola propulsora da economia ao responder por 10% do PIB e 9% da força de trabalho. Além disso, os dados de emprego do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) mostram que, em 2020, 397 mil postos formais de trabalho foram eliminados no setor, o que representa uma queda de 12,8% na força de trabalho dessas atividades. “O turismo é o setor que é grande empregador de jovens, uma parcela que tem grande dificuldade de recolocação no mercado de trabalho. E a pandemia reforçou o impacto negativo quanto a isso”.

Outro número importante apontado pelo presidente foram as perdas sofridas pelo setor. Segundo ele, já somam R$ 290,6 bilhões entre março de 2020 e fevereiro deste ano. “Atualmente, o Turismo brasileiro opera com 42% da sua capacidade mensal de geração de receitas. E a perspectiva é de voltar ao nível pré-pandemia, só no segundo semestre de 2023“, ressaltou.

Fonte: ASCOM – Deputado federal Bacelar.