Podemos propõe democracia representativa com povo atuante

Lideranças estadual e nacional do Podemos estiveram nessa segunda-feira (28) em Bauru, onde foram recebidas por militantes da cidade e região, entre eles o pré-candidato a deputado estadual pelo partido, Raul Gonçalves Paula. A presidente nacional e deputada federal Renata Abreu e o presidente estadual e vereador paulistano Mário Covas Neto, pré-candidato ao Senado. Eles buscam ampliar a visibilidade do Podemos, que propõe uma nova forma de democracia, unindo o sistema representativo (eleição do Legislativo e Executivo) ao sistema direto (população intervindo diretamente nas decisões de Estado).
“A paralisação dos caminheiros e o consequente desabastecimento são decorrentes da má gestão e da corrupção desenfreada da Petrobras. A estatal estava entre as 30 maiores do mundo e hoje caiu para 400º lugar. A nova administração, na ânsia de recuperar com rapidez a Petrobras, faz com que a população pague um preço elevado. A recuperação deve ser feita com mais cautela e com a consciência de que não se pode atribuir a toda a população a recuperação de algo com que ela não contribuiu. O segundo ponto é que isso não é diferente de outros movimentos de insatisfação com a classe política, governos, alta carga tributária. Enfim, é um segmento, assim como ocorreu nas paralisações de 2013, com o Movimento Passe Livre,” destacou Mário Covas Neto.
Segundo Mario Covas Neto, é preciso alguém que faça mudanças que não sejam superficiais. “Precisamos de um governo que tenha coragem de promover mudanças profundas, que tenha credibilidade e capacidade de unir os vários interesses. E aí nós temos um candidato ideal, que é o Álvaro Dias – com mais de 40 anos de vida pública, sem nenhuma mancha, e alguém que pratica o que defende, como abrir mão da aposentadoria de governador, entre outros privilégios do Congresso”.
Renata Abreu afirma que o Podemos não é apenas um nome diferente, mas uma análise da situação política, econômica e social do Brasil e também do mundo contemporâneo, que levou 10 anos para ser construído, passando pelo fenômeno Barack Obama e outros movimentos surgidos com bandeiras similares. “Somos cidadãos do século 21, com instituições fazendo discussões do século 20, como essa polarização esquerda/direita, por exemplo, quando a sociedade hoje se mobiliza muito mais por causas, que são muito dinâmicas. O Podemos é um movimento de pessoas que acreditam que a mudança da sociedade passa pela mudança em cada indivíduo. É a democracia do futuro a que propomos”.
O Podemos, explica a deputada, procura canalizar para as instituições o resultado das mobilizações de diferentes setores da sociedade, como, por exemplo, projetos de lei que tenham mais de 20 mil assinaturas. “A gente acredita que a democracia do futuro será representativa, com mais práticas da democracia direta, porque as novas tecnologias permitem isso. Estado mínimo, fim dos privilégios, como os foros, a educação cidadã e política nas escolas, tudo em um programa com a participação das pessoas”.
O ex-vereador Raul Paula é candidato a deputado estadual pelo Podemos, que estima uma linha de corte (votação mínima) em torno de 40 a 45 mil votos para garantir uma cadeira na Assembleia Legislativa. Raul acha que chegou a hora de Bauru recuperar uma representatividade mais ampla no Congresso e Assembleia. Por ser médico, como Tobias, afirma ter muitas bandeiras e propostas na área da saúde e quer lutar por elas se for eleito.