Ranking dos Políticos: Melhor político do Brasil é do Podemos; partido tem 5 senadores entre os 10 melhores do país

O site Ranking dos Políticos confirma que o Podemos possui os melhores parlamentares do Brasil. Na edição do primeiro semestre 2020, além de ter o melhor político do Congresso Nacional, o partido obteve 5 senadores entre os 10 melhores do país.

O senador Oriovisto Guimarães (PR) conquistou os primeiros lugares no ranking geral como melhor político do Congresso Nacional, melhor senador do país e no estado do Paraná. Para o parlamentar, que é autor da proposta que regulamenta a prisão em segunda instância, a indicação é reflexo dos trabalhos no combate à corrupção e à impunidade.

“Só posso agradecer pelo reconhecimento e dizer que vou continuar trabalhando muito e lutando por bandeiras, como: o fim da corrupção, dos privilégios concedidos no poder público. Vamos em frente, para conseguir mudar a cara do nosso país”, afirma o senador.

Marcos do Val (ES), que é relator do pacote anticrime e defensor de melhorias para o setor da segurança pública, ficou em segundo lugar como melhor senador do país deste ano e em 1º no estado do Espírito Santo. Para o senador o resultado é motivo de orgulho.

“Esse resultado é fruto de um trabalho honesto, sério e comprometido com nosso estado e com o Brasil. Ainda temos muito trabalho pela frente”, afirma o senador.

Styvenson Valentim (RN), pela segunda vez, ficou entre os 10 melhores senadores. Em 2020, ficou em 4º lugar no ranking dos melhores senadores do país e em 1º lugar no estado do Rio Grande do Norte. O senador, autor do projeto de lei que cobra transparência na divulgação dos gastos do Senado, comemorou o resultado da avaliação.

“Muito orgulho de ser o representante do Rio Grande do Norte no Congresso Nacional mais bem avaliado segundo o site Ranking dos Políticos, que compara parlamentares de todo o Brasil e classifica os senadores e deputados federais em tempo real. O Ranking avalia a qualidade dos projetos apresentados, o combate à corrupção, o uso de privilégios, dentre outros critérios. Estou muito satisfeito de saber que meu trabalho tem feito a diferença para meu estado e para o país”, avalia o parlamentar.

Romário de Faria (RJ), que tem como bandeiras a defesa da saúde, educação, esporte e da inclusão social das pessoas com deficiência e doenças raras, foi o sétimo apontado como o melhor senador do país.  Na opinião do parlamentar a colocação serve como motivação para continuidade dos trabalhos que têm sido feitos no Senado.

“Esse reconhecimento do trabalho político é um muito importante. Porque serve de norte para sabermos quando estamos no caminho certo, que neste caso é atuar no Senado em favor da população fluminense e brasileira”, considera o senador.

Eduardo Girão (CE) também garantiu por mais um ano uma vaga entre os melhores senadores do país. Desta vez, o parlamentar conquistou o primeiro lugar como melhor senador do Estado do Ceará e o 8º no ranking do com os demais senadores. O senador é autor do projeto de lei que torna crime hediondo a prática de crime contra a administração pública, em tempos de decretação de estado de calamidade pública.

“Em meu segundo ano de mandato, fico feliz por estar entre os 10 melhores senadores e como o primeiro entre os parlamentares no Estado do Ceará. Antes de ser eleito, nunca exerci outro cargo na política e a meta é continuar no caminho da transparência, redução de gastos, marcando presença em todas as sessões e votando com a consciência limpa em prol do Brasil e do Ceará”, reforça o senador.

Para serem escolhidos os parlamentares foram avaliados por um corpo de jurados do site Ranking dos Políticos. Na avaliação, foram levados em consideração alguns critérios como: atuação no combate à corrupção e aos privilégios, economia dos recursos públicos, assiduidade e presença nas votações das principais pautas de interesse dos brasileiros.

O Podemos conquistou 50% das posições entre os 10 melhores senadores do país na edição de 2020. Atualmente, o partido é a terceira maior bancada do Senado, com 10 senadores. E na Câmara, o partido conta com 11 deputados federais.