Renata Abreu e Alvaro Dias são recebidos de braços abertos na Baixada Santista

A passagem da deputada federal Renata Abreu e do senador Alvaro Dias por cidades do Litoral Sul de São Paulo mostrou como o projeto do Podemos está bem avaliado. Por onde estiveram, a presidente nacional do partido e o presidenciável receberam enorme apoio das lideranças e militantes da legenda (que participaram do Encontro Regional do Podemos Baixada Santista, no Guarujá, e da Posse da Executiva Municipal, em Itanhaém) e, principalmente, dos moradores.
Além de requisitados para entrevistas nas redações dos principais meios de comunicação da região, onde foram recepcionados pela diretoria dessas empresas, Renata e Alvaro foram abordados nas ruas por pessoas que fizeram questão de serem fotografadas com eles e de anunciar apoio a suas candidaturas.
Nos eventos, Renata até citou Raul Seixas ao falar da descrença de brasileiros em votar nas eleições de outubro: “O nosso maior desafio é vencer essa descrença. Ouço por aí alguns eleitores dizendo que votarão em branco ou vou anular porque não acreditam na classe politica, mas não é assim que se resolver esse crucial momento pelo qual atravessa o Brasil. A cidadania precisa ser exercida. Mais do que nunca, o povo precisa participar. Como diz uma canção do Raul Seixas, ‘tente outra vez’. O Brasil é um país maravilhoso, e só depende de nós, brasileiros, torná-lo ainda melhor”.
Já o presidenciável Alvaro Dias defendeu o fim do balcão de negócios e a refundação da República, com a qualificação da gestão e enxugamento da máquina pública, inclusive com a redução no número de representantes no legislativo, além do fim de todo e qualquer privilégio. “É fundamental dar o exemplo. Para ter autoridade, tem de abrir mão dos próprios privilégios. Por isso não recebo auxílio moradia nem apartamento funcional. E há 30 anos abri mão da aposentadoria”.
Em Bertioga, os dois estiveram com o prefeito Caio Mateus e depois o almoço foi com o prefeito Ademário da Silva Oliveira.
Tanto no Encontro Regional quanto na solenidade de posse dos dirigentes do Podemos-Itanhaém, dezenas de filiações foram homologadas.