Renata Abreu intercede e Aparecida recebe 15 mil cestas básicas

Emoção em Aparecida! Graças à deputada federal Renata Abreu (Podemos-SP), que intercedeu junto ao Ministério da Cidadania, famílias bruscamente afetadas pela paralisação das atividades do turismo religioso, por causa da pandemia do coronavírus, receberam hoje (26/3) 15 mil cestas básicas doadas pela Ceagesp.

Aparecida, de 36 mil habitantes, não constava da lista de beneficiados da Ação de Distribuição de Alimentos, programa do governo federal que, por intermédio do Ministério da Cidadania, garante o acesso a alimentos a cidades em emergência e estado de calamidade pública. O nome do município do Vale do Paraíba (SP) entrou em cima da hora no programa após Renata Abreu tomar conhecimento da grave situação em se encontrava boa parte da população.

“O prefeito Luiz Carlos de Siqueira, o Piriquito, veio a Brasília pedir nossa ajuda para socorrer milhares de famílias que estavam passando fome, já que o turismo religioso, principal fonte de renda de Aparecida, também tem sido duramente afetado pelas medidas de restritivas contra a Covid-19″, explicou a parlamentar.

Prontamente, a deputada federal entrou em contato com o ministro da Cidadania, João Roma, relatando o estado de calamidade dessa cidade. “O ministro disse que estava naquele exato momento fechando a lista dos municípios a serem beneficiados pelo programa federal de distribuição de alimentos e, prontamente, incluiu Aparecida”, revelou Renata Abreu, bastante emocionada na entrega das cestas básicas. “E não é para se emocionar? Estamos atravessando um período muito difícil no país. Temos de nos mobilizar e fazer de tudo para socorrer quem precisa. Muito, muito feliz por ter conseguido ajudar os moradores de Aparecida.”

Igualmente emocionado, Piriquito agradeceu o empenho da deputada federal. “Graças à essa intercessora, a minha deputada Renata Abreu, que é uma pessoa muito interativa na luta pelo bem público. Que Nossa Senhora a abençoe, abençoe também o ministro João Roma e que, juntos, a gente consiga fazer um país mais justo e mais humano.”

Presentes também na solenidade a primeira-dama Michelle Bolsonaro e os ministros João Roma, da Cidadania, e Augusto Heleno, do Gabinete Institucional da Presidência da República, além de outras autoridades locais, estaduais e federais.