Senador Eduardo Girão será o vice-presidente do Grupo Parlamentar Brasil-ONU

Foi instalado nesta sexta-feira (18) no Senado Federal, o Grupo Parlamentar Brasil-ONU (Organização das Nações Unidas). Na ocasião, os integrantes elegeram como presidente o deputado Roberto de Lucena (Podemos-SP) e como vice-presidente o senador Eduardo Girão (Podemos-CE).

Para Girão, que conduziu a primeira reunião, o GP Brasil-ONU deverá buscar a pacificação entre as nações, incentivando valores e princípios que fazem o Brasil ser reconhecido internacionalmente. O senador citou como exemplos a defesa da vida e da família e políticas de combate às drogas e ao jogo — bandeiras que, segundo o senador, precisam ser incentivadas com base na ciência.

“A gente sabe do destino desta nação, o que ela representa para o mundo todo. Então, quando a gente está aqui, montando um grupo Brasil-ONU, uma instituição respeitada, que desde a sua fundação tem como uma missão importante a união das nações, trabalhar em conjunto. E é por aí: através da união, é através da humildade e do trabalho que se pode construir algo”, destacou o parlamentar.

Composto por 16 deputados e 11 senadores, o colegiado aprovou o estatuto que vai orientar os trabalhos dos parlamentares. O grupo tem a missão de incentivar e desenvolver as relações do Congresso com a ONU em todas as suas agências e instâncias, principalmente quando forem envolvidas a dimensão do Legislativo e a representação popular.

Fonte: ASCOM – Senador Eduardo Girão.